28.9.20

Petróleo é démodé

Parece que a centralidade econômica do petróleo está acabando graças a nova formas de geração de energia e baterias que permitem o estoque da produção e possibilitam coisas como os Nenhum comentário:

23.9.20

Mentirada

Esquecendo que os chefes de estado, capitalistas e todos os interessados têm acesso a fatos e dados, Bolsonaro e Mourão mentem mais do que eles mesmos em campanha. Infelizmente há muita gente que acredite nessa galera, seja por má fé, ignorância ou falta de torque intelectual.

22.9.20

E o Fotolog Instagram da semana é...

Best Birds Planet: Passarinhos muito estravagantes, saídos do Photoshop evolutivo.

20.9.20

O auxílio não paga uma cesta básica

Se os R$600 do auxílo emergencial já não eram lá muita coisa, R$300 é menos ainda. Mas o que significa a diferença em São Paulo, por exemplo.

Departamento de Aquisições

19.9.20

No caso de 2020 é verdade

Todo ano parece o pior de todos. Principalmente o atual. Mais do que uma piora contínua do estado das coisas, é uma característica do cérebro humano que torna o presente tão ruim.

C19: Pole Position

Ultrapassando problemas do coração, cânceres, mortes no trânsito e por violência, as mortes por Covid são as campeãs este ano. Parabéns aos envolvidos.

E não, não é verdade que 94% das mortes causadas pela Covid têm outras causas.

17.9.20

O estado resolve

Não importa o quanto liberalóides mal intecionados (ou idiotas) ou ativistas inocentes insistam no oposto, tem coisas que só o estado é capaz de fazer. Os problemas dos EUA citados no texto - falta de saúde pública e de uma rede de assistências - é o estado de coisas que muitos vêem como positivo e desejam para o Brasil.

16.9.20

Poderes e Direitos

The coronavirus pandemic, the loss of millions of jobs, and the deaths of Ahmaud Arbery, George Floyd, and Breonna Taylor, among too many others, have prompted activists to shine a light on the injustice and inequality facing communities of color, especially Black women. All of this has a lot to do with rights, but it’s also about something more. It’s about power: who has it, who doesn’t, and how we confront that imbalance.

Mary Beard dedicated an entire book to this subject.
In Women & Power: A Manifesto, she explores the misogyny that has shaped our world for centuries, and urges readers to reject the notion of power as a zero-sum game. If power is seen as a tool only a few people can wield at a time, within systems designed by and for men, an entire gender will forever be excluded from it. Instead, she suggests, why not look at power more comprehensively? We should think of it as “the ability to be effective, to make a difference in the world, and the right to be taken seriously, together as much as individually.”

15.9.20

E o Fotolog Instagram da semana é...

Unnecessary Inventions: produtos falsos para resolver problemas inexistentes. Mesmo com a intenção de criar inutilidades, algumas invenções acabam sendo produzidas para venda. Esse é o mundo em que vivêmos.

Ranking sensato

Nesse ranking dos filmes do diretor Christopher Nolan, Dunkirk é o primeiro e Interstelar aparece merecidamente em último. "Eles que não entenderam", dirão os fãs esquivocados da porcaria.

11.9.20

Onigiri, lamen e celulóide

De todos os diretores de animê, o que presta mais atenção à comida e a torna parte da narrativa é Hayao Miyazaki. E seu filme sem trama, o maravilhoso Totoro é que torna isso mais evidente.

10.9.20

O Oscar é woke

A Academia de Artes e Ciências Cinematográficas anunciou novas regras para filmes que pretendem concorrer ao prêmio de melhor filme. Os pré-candidatos devem atender a critérios de diversidade e representatividade tanto na tela quanto nos bastidores. Como sempre, não sou entusiasta de nada que constrinja a expressão artística, mas maior variedade por trás das câmeras é muito necessŕia.

Diana Rigg (1938 - 2020)

Mais conhecida por seu papel de Olenna Tyrell (ou Tracy Bond e Emma Peel para fãs de espiões), a atriz Diana Rigg morreu hoje em sua casa em Don Caster, na Inglaterra. Ela foi vítima de u câncer, diagnosticado em março.

Who you gonna call?

Para promover Os Caça-Fantasmas, Dan Aykroyd e Bill Murray gravaram um filme promocional estranho, em que os dois apareciam como seus personagens, Dr. Raymond Stantz e Dr. Peter Venkman, falando várias besteiras.

Onde a vida acontece

Um dia o fotógrafo americano Jeff Mermelstein viu uma mulher digitando em seu telefone e fotografou a tela. Ali começou #NYC, um livro de fotos de telas de celulares e os dramas que se se desenrolam nelas.

8.9.20

Fantasias no atacado

Embora a Internet seja muitas vezes uma ferramenta útil para quem sofre com problemas mentais, fenômenos como o Gangstalking mostram o quanto a rede também pode complicar as coisas.

E o Fotolog Instagram da semana é...

The Public Domain Review: Imagens estranhas, ilustração e arte resgatada do domínio público para o deleite contemporãneo.

Indústria escangalhada

Pesquisa do IPEA aponta que entre 2016 e 2019 o Brasil teve investimento negativo. Não é alguém pediu de volta seus tostões investidos, mas isso quer dizer que a depreciação da estrutura produtiva não foi compensada com investimentos, reduzindo a capacidade produtiva do país. Não vou apontar culpados, mas talvez tenha algo a ver com a instabilidade política provocada por certos ocupantes do Planalto.

6.9.20

Lápis de cor

Como é o trabalho de um colorista de quadrinhos?

Desligue o celular

Otávio Uga, do Super 8, dá oito dicas para ter uma experiência doméstica de ver filmes mais parecida com o cinema.

Mais valiosas que plutônio

As cartas de Magic: The Gathering podem valer muito. E não falo só das Black Lotus: é fácil ver baralhos que valem centenas de dólares. Não é à toa que Magic deu origem a especuladores com um conjunto de habilidades muito específico.

4.9.20

Razões para acreditar

Mei tem 22 anos e, no meio da pandemia, conseguiu o milagre de engravidar e dar à luz apesar de sua idade avançada e só estar fértil uns dois dias por ano. Mesmo com tudo isso, há um novo panda no zoológico de Washington.

3.9.20

Lugar para sentar

Desenhar e editar é algo que todo designer deseja fazer, sem muito refetir sobre o efeito das cadeiras nos usuários.

2.9.20

Robocop não gosta de negros

Desenvolvidos por pessoas brancas, treinados por polícias racistas e alimentados com dados distorcidos, os algoritmos de policiamento preventivo são profundamente racistas, refletindo e aumentado as distorções sociais.

Sua próxima visita a um museu

A experiência de visitar uma galeria de arte no mundo pós-Covid é profundamente desconcertante e, de certo modo, mais tranquila.