27.10.21

Ciência: algumas críticas válidas

Tomar ivermectina contra a Covid-19 não foi negacionismo (apenas), mas uma aposta em estudos furados que só foram detectados depois por revisão forense. Estudos picaretas são apenas um de muitos problemas qua afetam a produção científica atual.

A vencedora e ainda campeã

Pensando na série de tevê como o mais presente formato artístico de nossa época, a BBC recentemente fez uma enquete com 206 "especialistas" para determinar as cem séries mais importantes do século. Dessas, vinte cinco foram considerada especialmente representativas da vida moderna.

Merecidamente, The Wire foi no topo.

26.10.21

E o Fotolog Instagram da semana é...

Horror Pulp Art: Ilustrações assustadoras para o seu deleite de Halloween.

22.10.21

Inconsciente preconceituoso

Muitos dos nossos preconceitos são barrados por nossos esforço conscientes. Os testes de vieses implícitos mostram se esses preconceitos influenciam nossas atitudes. Há testes sobre mulher em papéis de liderança, sobre a presença de minorias raciais e muitos outros.

Miúdos

Há anos algumas ideias para aumentar a quantidade de órgãos disponíveis para transplante vêm sido aventadas cientistas. Recentemente uma delas deu frutos e um rim de porco foi implantado em um corpo humano com morte cerebral sem sinais de rejeição.

20.10.21

Um pássaro? Um avião?

Depois do fracasso na tentativa de levar o Homem de Aço aos cinemas, a Paramount partiu para a criação de um desenho animado e para isso chamou os criadores de Betty Boop. O Fleischer Studios trouxe inovações para o Superman, fazendo-o voar pela primeira vez - criando uma obra-prima da animação com seu uso de rotoscopia.

19.10.21

E o Fotolog Instagram da semana é...

>Humanoides.Tribute: Imagens selecionads de uma coleção das revistas da Les Humanoïdes Associés. Muito Mœbius, Dionnet e Druillet.

16.10.21

"Geração", meh

O conceito de gerações não é levado a sério por nenhum tipo de cientista e existe principalmente pelos esforços das agências de marketing. Ao supor que a História toma diferentes rumos e muda seus protagonistas cada dezoito anos a ideia de gerações é faz tanto sentido quanto sua divisão em décadas.

15.10.21

Literatura de surto-remissão

Por que as pessoas param de ler e depois retornam? É impressionante como o hábito de ler se imiscui na vida das pessoas e acaba se tornando tão presente que chega a virar um termômetro da vida. Entre todos os citados, o depoimento do escritor Rion Amilcar Scott:

I had to be about sixteen. I played soccer for my high school J.V. team and it occurred to me one afternoon that I didn’t know what Spider-Man was up to, which was unusual because back in the day I knew exactly who Spider-Man was fighting, the state of Peter Parker’s finances, and the strains being a superhero put on his marriage with Mary Jane. Playing on the high school soccer team takes up a lot of time that I used for reading comics. It’s even time consuming if you’re not very good and rarely get into the games.


Esse é só o começo, mas acho que o texto traduz parte do fascínio com os quadrinhos de super-herói - ou qualquer narrativa longa.

12.10.21

E o Fotolog Instagram da semana é...

Eu e Meu Guarda Chuva: Brinquedos e outras recordações da infância transformados em desenhos.

11.10.21

O Universo e tudo mais

Há algumas semanas, A Divina Comédia completou 700 anos. Claro que um livro tão antigo e tão importante já teve diversas edições e inspirou muitas obras de arte.

Não foi bem uma Crise

Em setembro de 2011, a DC Comics zerou todos os seus títulos e seu universo compartilhado, com ambos começando com novamente. The New 52 começou com 52 novas séries com personagens famosos e outros meio obscuros e, no fim das contas, só precipitou um novo reset da continuidade da editora, poucos anos depois. A história oral do que aconteceu nos bastidores explica o que aconteceu nos bastidores.

10.10.21

2996 tragédias pessoais

Como o texto era meio grande (The Atlantic, né?), ficou perdido na pilha de leituras e não cheguei a ler a tempo dos 21 anos dos ataques de 11 de Setembro. Normalmente eu nem linkaria para algo assim, mas What Bobby McIlvaine Left Behind é muito bem escrito. A repórter usa um detalhe ínfimo do dia - a morte de uma só pessoa e as coisas que ela deixou para traz - para exemplificar as consequências do dia para os americanos.

Está certo disso?

Nesse teste de confiança em seus conhecimentos, você deve responder uma pergunta factual e o quanto confia em sua resposta. Ter valores próxios indica que você tem a cosciência do quão bem avalia seus conhecimentos - o opsto de quem sofre do Efeito Dunning-Kruger. Acertei 80% das perguntas e minha confiança nas respostas foi em média 84%.

8.10.21

Quadrinhos de Sexta

Duas mães de família travam uma épica batalha de bençãos e bons dias em Bom Dia, Socorro, brilhante hq que Paulo Moreira concluiu por esses dias. A interface do Twitter é um pé no saco, mas a história vale o sofrimento.

5.10.21

E o Fotolog Instagram da semana é...

Marine Encyclopedia: As maravilhas e horrores do fundo do mar colecionados aqui para seu deleite.

4.10.21

A solidão de um escritor residente

O primeiro escritor na resisdência de escrita da Substack vai ser o quadrinista Adrian Tomine. Ele vai responder perguntas, falar do seu processo de trabalho e seus projetos para cinema e televisão. Você pode acompanhar se inscrevendo na página do projeto.

7,40, quando 0 é o melhor

Você aí com pena dos afegãos precisa saber que Afeganistão e Brasil estão empatados nessa lista de Direitos Humanos e Estado de Direito no mundo. Ok, a lista provavelmente foi feita antes do Talibã tomar o poder este ano. Mas o Brasil está empatado com países como Moçambique, Mali e Uganda e em pior posição do que Kwait, Costa do Marfim, Laos e Cuba.

29.9.21

Covid e morbidez

O HermanCainAward é um fórum que documenta em detalhes o adoecimento, dificuldades e morte de negacionistas da Covid. É muito cruel, mas parece que faz alguns se vacinarem. Me juntei ao fórum para observar um pouco, mas ainda não encontrei todo o horror que a matéria viu - embora o motibo básico da indignação esteja obviamente presente.

O futuro é promissor

Embora a nossa vá mudar até 2050 - pode ser para um pouco pior ou para muito pior - uma coisa é certa: teremos queijo. Daí é só jogar no seu hamburguer de carne de laboratório e pronto.